quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

RUA DA PRATA [ I ]

Rua da Prata - (2009) Foto de APS - ( Um troço da Rua da Prata ) ARQUIVO/APS
Rua da Prata - (2009) - (A Baixa Pombalina de Lisboa) in WIKIMAPIA

Rua da Prata - (1758) - Litografia Colorida - (Planta da Reconstrução de Lisboa aprovado em 1758 - Publicada em Plantas Topográficas de Lisboa de A. Vieira da Silva - Museu da Cidade.


Rua da Prata - 19__(?) - (fotógrafo não identificado) (A Rua da Prata vendo-se ao fundo o mercado da Praça da Figueira) in MAROCAS
RUA DA PRATA [ I ]
«RUA BELA DA RAINHA (1)»
A «RUA DA PRATA» pertence a duas freguesias. Fazem parte da freguesia da «MADALENA» do número 2 ao número 66.
À freguesia de «SÃO NICOLAU» os restantes números pares e todos os números ímpares. Tem início na «PRAÇA DO COMÉRCIO» e termina na «PRAÇA DA FIGUEIRA» no número 17-A.
Esta rua é atravessada de Sul para Norte pelas ruas: «RUA DO COMÉRCIO-(antiga rua dos Capelistas)», «RUA DE SÃO JULIÃO», «RUA DA CONCEIÇÃO», «RUA DE SÃO NICOLAU», «RUA DA VITÓRIA», «RUA DA ASSUNÇÃO» e «RUA DE SANTA JUSTA».
RUA BELA DA RAINHA
A «RUA DA PRATA» foi chamada durante os anos de 1760 a 5 de Novembro de 1910 de «RUA BELA DA RAINHA» em memória da Rainha «D. MARIANA VITÓRIA-(1718-1781)», mulher do Rei «D. JOSÉ I», e filha de «FILIPE V» de Espanha.
A «RUA DA PRATA» adquiriu este nome porque no período que antecedeu o terramoto de 1755 existiu próximo a «RUA DOS OURIVES DA PRATA», ou ainda dos «PRATEIROS» rua muito característica e concorrida na época.
Assim, por Decreto de 5 de Novembro de 1760, ainda a maioria dos quarteirões se encontravam por construir na cidade baixa de Lisboa ordenada geometricamente no plano, traçavam-se as principais actividades de comércio para as suas ruas, de acordo com a distribuição de comerciantes e artífices no planeamento das novas ruas, tendo como base de um arruamento por profissão.
Coube à «RUA DA PRATA» a "actividade de ourives da prata" . Nas lojas que sobrassem se alojariam os livreiros, embora nos dias de hoje não seja esse o género de comércio que mais caracteriza esta rua.
Os dois quarteirões da «RUA DA PRATA» do lado direito, de quem sai da «PRAÇA DA FIGUEIRA», com o rasgar da rua, foi absorvida a antiga «RUA DAS ARCAS» que ficava transversalmente e ligava à «RUA DA PALHA» ou «TRAVESSA», indo parar na «RUA DA BETESGA». A meio do quarteirão final, do lado nascente dessa rua, existiu a famosa «CASA DAS COMÉDIAS» ou «PÁTIO DA COMÉDIA» na «RUA DAS ARCAS», isto no ano de 1593-94, que nessa altura os seus terrenos pertenciam a «D. DENIZ DE LENCASTRE» conhecido como o "empresário do Pátio".
Mais tarde aquela propriedade era adquirida por «D. FERNANDO DIAS DE LA TORRE», que prometeu pagar um rendimento do negócio ao «HOSPITAL REAL DE TODOS-OS-SANTOS» que lhe ficava próximo.
A «CASA DAS COMÉDIAS» que iria durar até ao ano de 1722, foi uma boa fonte de receita para o «HOSPITAL REAL DE TODOS-OS-SANTOS».
(CONTINUA) - (PRÓXIMO) - «RUA DA PRATA [ II ] - RUA BELA DA RAINHA (2)»






8 comentários:

Duende disse...

Já estranhava ainda não ter nada este ano!!!como tal um muito Bom Ano e já vi que promete, começou bem!!! Não sabia que a rua pertencia a duas freguesias :P

Iberista disse...

Um Bom Ano para o APS e para todos os visitantes das Ruas de Lisboa (tenham elas ou não História).
Creio que a data indicada na última foto (1940) não estará correcta, já que nela não se vêem carris dos eléctricos nem qualquer tipo de veículo motorizado. Por isso deverá ser bastante anterior, talvez finais do século XIX ou início do século XX.

APS disse...

Caro Duende

Registo com bastante agrado as suas cordiais palavras, retribuindo um BOM ANO para si e sua família.
Cumpts.
APS

APS disse...

Caro Iberista

Primeiro quero agradecer e retribuir os votos de um BOM ANO, para si e todos os seus familiares.

Segundo tem toda a razão... eu devia ter observado este disparate de data.
Deve ser, certamente, depois de 1885 (Inauguração da Praça da Figueira).

Se aceder à fonte que indico na foto, poderá reparar que também ele indica (1940), e eu cometi o mesmo erro.

Agradeço a sua observação e já rectifiquei a data, embora me incline mais para inícios do século XX.
Cumpts.
APS

Luisa Moreira disse...

Caro APS,

Desconhecia, que a Rua da Prata, pertence a duas freguesias, assim se verifica como é enriquecedor ler os seus posts. Aprende-se sempre!

Abraço

Luisa

APS disse...

Cara Luísa Moreira

Obrigado pelas suas palavras!

Aproveito para lhe comunicar que já consigo meter o nome nas fotografias pessoais.
Se ainda estiver interessada em fazê-lo, diga por e-mail s.f.f.

Abraço
APS

Marcia Faria disse...

Mais um ano que passou rápido e já vem outro correndo,o amigo como sempre nos presenteando com a história desse querido Portugal...

Gostei do modo como arrumou a sua lista de blogs,idéia original.

Mais uma vez, um ótimo 2010 com Saúde,Paz e Amor...

Um abraço!!!

APS disse...

Cara Marcia Faria

É verdade, mais um ano de tormenta e de histórias.

Não consigo actualizar o seu blogue na lista. Já o retirei e voltei a colocar varias vezes e dá-me sempre que não actualiza à 9 meses o que não corresponde à verdade.

Um abraço
APS